Impresso em: 01/12/2020 05:01:04
Fonte: http://www.sergioboechat.blog.br/nota.php?l=6bf36a3f0ceada994d8a77e7d5e9d484

O QUE SE ESPERA DE UM VEREADOR, COMO REPRESENTANTE DO POVO.

21/10/20 14h34

No dia 15 de nobembro próximo, elegeremos os Vereadores de todos os municípios brasileiros, que comporão, em cada município, o Poder Legislativo, que é um Poder independente e deve funcionar harmonicamente, em relação ao Poder Executivo e ao Poder Judiciário.

O Vereador é eleito para representar a população e exatamente por isto tem que balizar a sua atuação na Câmara Municipal pela vontade do povo. Não pode fazer o que quer, votar como quiser, fazer conchavos com o Executivo, porque o papel dele é fiscalizar o Governo Municipal e isto é estabelecido, de forma muito clara, pela Leis Orgânicas Municipais de todos os municípios.

Se o Vereador é que deve fiscalizar o Poder Executivo, ele não tem que compor o "bloco governista", não tem que solicitar empregos na Prefeitura, não tem que participar de Conselhos Municipais, não deve aceitar interferência do Prefeito Municipal na eleição da Mesa da Câmara e deve assumir uma posição de independência no Poder Legislativo, apoiando o que for de interesse da população e rejeitando tudo o que possa punir ou prejudicar o povo.

O que precisa ficar muito claro para o Vereador eleito é que ele deve satisfação ao povo, devendo prestar contas semestralmente do seu mandato, convocando a população para apresentar os Projetos de autoria dele submetidos ao Legislativo, as atitudes dele em relação ao Poder Executivo e a maneira como votou todos os projetos pautados pela Mesa Diretora. Quem paga o salário de todos os Agentes Públicos - Prefeito, Vereadores e servidores públicos - é o povo, sendo portanto o "patrão" de todos eles.

Nessa mesma linha, os Projetos polêmicos submetidos ao Poder Legislativo pelo Governo ou por outro Vereador, deverão ser discutidos em reunião promovida pelo Vereador com as lideranças dos bairros e Presidentes de Associações de Moradores para que fique definido como ele deverá votar cada Projeto, já que ele é o representante do povo. Ele vai simplesmente cumprir o que for definido nessa reunião ou em consulta formulada às lideranças, porque este é o seu papel no Legislativo.

Não significa que o Vereador vai ficar o tempo todo contra o Governo Municipal, mas deve demonstrar para o Prefeito e deve ser percebido pelos eleitores, que o compromisso dele, em primeiro lugar, é com o povo, que ele representa e depois com o município em que ele foi eleito, tentando conciliar, da melhor maneira possível, esses dois interesses. Candidatos que não assumam esses compromissos e Vereador que não representa a população e que não fiscaliza o Governo Municipal não merecem ser eleitos ou reeleitos!