Impresso em: 01/12/2020 06:02:51
Fonte: http://www.sergioboechat.blog.br/nota.php?l=26b0bd71b49d550fbb73604fa5794352

OUTUBRO - MÊS DOS SERCVIDORES PÚBLICOS.

11/10/20 21h50

Outubro é o mês em que se comemora o Dia do Servidor Público - dia 28 de outubro. Servidores Públicos são os servidores concursados e de carreira, que, de um modo geral, hoje não têm nada para comemorar. São as grandes vítimas do Governo Federal, dos Governos Estaduais e dos Governos Municipais e em especial os que passaram pelo Palácio 17 de Julho, em Volta Redonda, nos últimos 20 anos.

Os candidatos a Prefeito acenam com uma série de vantagens para conseguirem o apoio dos Servidores e das suas famílias e depois simplesmente se esquecem dos discursos que fizeram na campanha e tudo continua igual ou até mesmo pior. Foi o que aconteceu em V. Redonda nos últimos 20 anos: Zero de reajuste; salários atrasados; extinção de direitos e conquistas; fim da assistência médica; PCCS engavetado e, em consequência de tudo isto, salários totalmente defasados.

No quadriênio 1993/1996, no Governo Baltazar, apesar de toda a dificuldade financeira enfrentada, inclusive com parcelamento de salários, já que a CSN tinha antecipado todos os tributos ao governo anterior, conseguimos superar todas as dificuldades: Foram normalizados em 1994, o que significava reajuste diário e conseguimos discutir, em reuniões longas e sucessivas o PCCS dos Servidores, com a Educação e com o Sindicato dos Servidores. O Projeto foi aprovado pela Câmara Municipal, por unanimidade e começou a ser executado em 1996, sendo engavetado no primeiro ano de governo do ex-prefeito "ficha suja", Antônio Francisco Neto.

E tudo isto aconteceu e acontece porque os prefeitos eleitos não tinham e normalmente não têm nenhum compromisso e nenhum respeito pela categoria. Enquanto isto, criam e recriam cargos comissionados e contratam por meio de RPA, contrariando o que estabelece a lei sobre o assunto, exatamente para pagarem salários mais altos aos seus protegidos. Todo mundo está careca de saber que quem toca a Administração Pública é o Servidor Efetivo, de carreira, que conhece a Administração Pública, que cumpre as 8 horas de trabalho e que tem competência para buscar soluções para os problemas que afligem a população.

Os cargos comissionados deveriam se limitar ao Secretariado e às funções técnicas de cada Secretaria, exigir cumprimento de carga horária e até mesmo o registro de ponto, sem qualquer privilégio para os seus ocupantes e os salários deveriam ser compatíveis com os salários dos servidores efetivos. É isto o que se espera do próximo prefeito de Volta Redonda.

Os servidores deveriam analisar muito bem o candidato em que irão votar no dia 15 de novembro, eliminando aqueles que já passaram pelo Palácio 17 de Julho e que não tiveram nenhuma sensibilidade com a categoria, porque a tendência é que continuem agindo da mesma forma, apesar dos discursos mentirosos que certamente irão fazer na campanha eleitoral. É a minha sugestão!

Parabéns, antecipadamente, a todos os servidores públicos, pelo dia 28 de outubro e que no próximo ano comece um novo ciclo para esta nobre categoria, que já está cansada de tanto ser desprezada e aviltada pelos maus gestores!