Rio de Janeiro, 24 de julho de 2016

É Advogado, Consultor Político e Membro da Associação Brasileira de Consultores Políticos - ABCOP.  Atua há mais de 35 anos como Assessor e Consultor Político.  Autor de "A Arte da Governabilidade", Ed. Multifoco.  Ex-Secretário de Governo - V. Redonda/Barra do Piraí e ex-Secretário de Administração de Volta Redonda.  Saiba mais...

Arquivos

Data da publicação:

Newsletter

Gostaria de receber atualizações do blog?


Frase do Dia

"A corrupção é uma assassina sorrateira, invisível e de massa. Ela é uma "serial killer"que se disfarça de buracos de estradas, de falta de medicamentos, de crimes de rua e de pobreza". 

 


(Procurador Deltan Dallagnol- Coordenador das Investigações da Lava a Jato.)

  • VR: SAMUCA DO PV DÁ AS CARTAS!
  • 22/07/16 20h26
  • O PV lançou como candidato a prefeito de Volta Redonda um jovem que conhece Administração Pública, sabe tudo de Controladoria e entende muito de Auditoria. É o Samuca! Não é um político profissional, mas também não é aventureiro!  Qualquer dos candidatos a prefeito gostaria de tê-lo como candidato a vice prefeito, mas ele resistiu e manteve a sua candidatura, como uma ótima opção para o eleitorado do município, resistindo até aos encantos do poder, porque ele sabe que pode ter uma influência muito grande no 2º turno, caso não chegue lá! Gosto do discurso dele, porque há muitas coincidências com o que eu escrevo aqui no Blog. O seu discurso é diferente, porque ele sabe que tem que fazer a diferença e não repetir o discurso que está sendo feito há 20 anos na Cidade do Aço. Vale a pena ler a Nota para conhecer as 05 principais propostas do Samuca!

  • GASTOS DITOS SOCIAIS REQUEREM AUDITORIA PERMANENTE!
  • 20/07/16 22h16
  • Uma boa administração começa com um bom planejamento e um bom projeto e se completa com uma coordenação competente, uma cobrança eficiente, uma fiscalização permanente e um controle bem feito para que não haja distorções, perda de objetivos, descumprimento de metas e descontrole no cronograma. A maioria das prefeituras não tem planejamento, apesar de existir um secretário com este título; não tem projeto, a não ser projeto de poder e exatamente por isto não existe coordenação, cobrança, fiscalização ou controle! O município de Volta Redonda é um exemplo clássico que merece ser destacado.  Um município rico que não tem uma Controladoria e por isto mesmo é gerado um "rombo" de quase 300 milhões! Um "escândalo" como o da GID é empurrado para debaixo do tapete e depois o prefeito vem falar em "honestidade e competência"! A Câmara Municipal não fiscaliza nada nem ninguém! A maioria dos vereadores está mais preocupada em montar "nominata" para se reeleger e como o governo é parceiro neste "projeto", aprova tudo o que é mandado para o Legislativo. O Editorial de "O Globo" destaca a importância das auditorias, que inexiste na PMVR. Vale a pena ler o Editorial!  

  • VR: O CANDIDATO DO PSOL A PREFEITO MOSTRA A QUE VEIO!
  • 19/07/16 00h11
  • Os candidatos a prefeito de Volta Redonda já começaram a falar sobre as suas propostas, caso vençam a eleição no dia 02 de outubro ou no 2º turno. O primeiro a ser entrevistado pelo MEP foi o candidato do PSOL - Danilo Spínola -  que apresentou os 05 principais temas que pretende enfatizar na sua campanha e implantar a partir de 1º de janeiro de 2017, caso seja eleito - Auditoria da Dívida Pública; licitação em todos os Contratos; valorização dos artistas locais, com investimento na Cultura; ensino em horário integral; e valorização dos funcionários públicos municipais. São temas atuais e importantes, principalmente para um município que não tem nenhuma transparência, tem uma educação do século passado e que trata tão mal o funcionalismo público. Vale a pena ler a Nota para conhecer as 05 principais propostas do candidato do PSOL .

  • VR: REALMENTE UM MUNICÍPIO DIFERENCIADO!
  • 16/07/16 21h49
  • A população de Volta Redonda deveria comemorar amanhã os 62 anos do município, mas não há muito o que comemorar. Depois de 20 anos sob o comando do grupo político liderado  pelo atual prefeito, a Cidade do Aço está mais pobre, convivendo com um "rombo" de mais de 200 milhões de reais; está menor politicamente, porque perdeu a liderança que sempre manteve na Região, sendo hoje superada por Porto Real, Piraí, Resende e Itatiaia; está menos atrativa, porque não há emprego e nenhuma indústria nova se instalou no município por incompetência do prefeito e dos seus assessores;  os salários estão menores porque o governo impôs uma política de aviltamento dos salários e as principais marcas do governo são o nepotismo, o empreguismo, o autoritarismo, a arrogância e a absoluta falta de planejamento estratégico. O prefeito em entrevista ao D. do Vale disse que o "município é diferenciado na Região". Realmente é e eu aponto 13 diferenças entre V. Redonda e os demais municípios da Região, mas 12 destas diferenças não são motivo de orgulho para ninguém. Vale a pena ler a Nota!

  • VR: AS "PREOCUPAÇÕES" DO NETO!
  • 16/07/16 03h12
  • O Prefeito de Volta Redonda está "preocupado" com as eleições municipais que acontecerão no dia 02 de outubro, mas ele não está preocupado com o "rombo orçamentário" de quase 300 milhões de reais que ele vai deixar para o próximo prefeito; não está preocupado com a "crise" que ele anuncia desde 2013; e não está preocupado com o município. Ele está "preocupado" com o emprego do irmão dele na SMAC; está preocupado com o emprego de dezenas ou centenas de "amigos" que vão perder o emprego; e mais do que tudo, "preocupado" com as auditorias e inspeções extraordinárias que serão requeridas, caso vença um candidato de oposição ou que não esteja sob o seu comando. Se vencer o Nélson Gonçalves ou a América Tereza, ele dorme tranquilo, porque ele sabe que tudo vai continuar do mesmo jeito, com um vice prefeito indicado por ele e o controle de pelo menos 05 Secretarias.  Está na hora de passar Volta Redonda a limpo e abrir a "caixa preta", desvendando tudo o que foi feito nos últimos 08 anos e que está escondido nos labirintos do poder. Vale a pena ler a Nota!  

  • A CRISE DE REPRESENTATIVIDADE!
  • 12/07/16 22h08
  • O Brasil, já há alguns anos, vive uma crise de representatividade! Todos os 513 Deputados Federais e os 81 Senadores foram eleitos pelo voto direto e na sua grande maioria eles não nos representam, já que uma grande parte está envolvida em maracutaias e escândalos! Este ano nós vamos eleger milhares de prefeitos e milhares de vereadores. Está mais do que na hora de analisar os nossos votos na última eleição para decidirmos se vamos votar no mesmo candidato que votamos em 2012 ou se vamos escolher um outro candidato! Se o candidato que você votou para Vereador ganhou a eleição e exerceu bem as suas funções, fiscalizando o Poder Executivo e votando de acordo com o interesse público, continue a votar nele! Se ao contrário, não fiscalizou nada e votou de acordo com os seus interesses políticos, mude o seu voto e dê uma chance a outro candidato. Se o prefeito cumpriu todos os seus compromissos de campanha, vote nele ou no seu candidato, mas se não cumpriu nada do que prometeu, vote em um candidato de oposição, para que tudo seja diferente e melhor. Este é o tema do Editorial do Jornal "Estado de São Paulo". Vale a pena ler! 

  • VR: NÃO AO ARTIGO 31 DA LOM!
  • 11/07/16 16h58
  • O discurso do Prefeito de Volta Redonda desde 2013, muito antes de eclodir a atual crise econômica no Brasil, era que as receitas estavam caindo e que não havia recursos para bancar todos os programas sociais no município. Na época, era tudo conversa afiada. O "rombo orçamentário" que existia não tinha nada a ver com crise nenhuma e era um pretexto para ele não cumprir as promessas que tinha feito para ganhar a eleição, exatamente como fez a Dilma, em 2014! Agora existe uma "crise" que atinge muito pouco Volta Redonda, porque não há uma dependência forte dos "royalties" do Petróleo, como é o caso de outros municípios. Baseado nesta "suposta crise", o prefeito cortou o salário família, a ajuda financeira e já anunciou que não dará qualquer reposição salarial ao funcionalismo. Em sendo assim, também não há que se falar em reajuste para vereadores, secretários, prefeito e vice prefeito! A Câmara não deve propor reajuste e se for proposto o prefeito atual ou o próximo deverá vetar o projeto de lei! É um questão de bom senso, de justiça e até de moralidade. Vale a pena ler a Nota!

  • VR: POR QUE "FARIA" DESISTIU DE "FAZER"!
  • 11/07/16 00h18
  • Depois de idas e vindas, o Diretor Geral do SAH, Engenheiro Sebastião Faria de Souza, apontado como exemplo de "bom gestor" pelo Prefeito, mesmo tendo tido as suas contas rejeitadas pelo TCE, quando foi Superintendente da SUSER, jogou a toalha e desistiu de ser candidato a Prefeito pelo PSB, com o apoio do Governo. Ele preferiu jogar a culpa da sua decisão na família, mas a estória não é bem esta não. Há razões mais fortes que o pressionaram para que ele ficasse fora da disputa. Vale a pena ler a Nota para conhecer as razões verdadeiras da decisão dele! 

  • VR: TCE DETERMINA CORTE DE 10 MILHÕES EM EDITAL!
  • 08/07/16 00h08
  • Apesar da "crise" anunciada pelo Prefeito desde 2013, precisou o TCE interferir no Edital de Licitação para a contratação de uma empresa para recolher o lixo em Volta Redonda para que houvesse uma redução de quase 10 milhões de reais na contratação da nova empresa. É mais uma prova da incompetência gerencial do prefeito do município. e também reitera, mais uma vez, a péssima qualidade do gasto público. Qualquer administrador público razoavelmente competente, na situação atual, reduziria ao máximo o preço de qualquer serviço, para mostrar à população a preocupação dele com a "queda de receita", tantas vezes anunciada pelo Governo. O processo voltou ao plenário 07 vezes e o Tribunal exigiu da prefeitura "ampla publicidade do certame", o que também não é comum nas licitações promovidas pela prefeitura, já que não existe por parte do Chefe do Poder Executivo qualquer compromisso com os princípios constitucionais da Administração Pública - Legalidade, moralidade, impessoalidade, transparência e eficiência. Vale a pena ler a Notícia do TCE a respeito da licitação!   

  • CADÊ CABRAL!
  • 07/07/16 02h13
  • Está mais do que comprovado que Sérgio Cabral e Pezão - PMDB - faliram o Estado do Rio de Janeiro, já que ficaram juntos no poder, inicialmente, de 2006 a 2014 e o atual governador licanciado ainda ganhou a eleição em 2014 e para sorte dele está de licança médica, tendo deixado o Governo nas mãos de um vice que nunca deveria ter sido sequer indicado para compor a chapa, porque com mais de 80 anos não tem condições físicas para descascar um abacaxi tão grande e o Pezão sabia tudo que ia acontecer já que está no poder desde abril de 2014, isto é, 06 meses antes da eleição!  O Cabral está desfrutando o que ele ganhou nos 08 anos de governo e o Pezão está fazendo o seu tratamento em um hospital particular, pago por nós. Perguntar não ofende: Por que ele não se internou em um hospital público para constatar a péssima administração do partido dele à frente do Estado e do Município? A pergunta faz sentido: Cadê o Cabral ? Guardem bem a sigla do Partido que faliu o Estado - PMDB. Está na hora de dar o troco não votando nos partidos que estão mais envolvidos com os escândalos nacionais: PMDB, PT e PP! Vale a pena ler o artigo publicado no Blog  do Mário Magalhães!

www.sergioboechat.blog.br - Todos os direitos reservados - 2008